quarta-feira, janeiro 16, 2008

É este um Blog Educativo?

Está bombando na lista dos Blogs Educativos uma discussão sobre o que realmente torna um blog educativo. O debate teve início a partir de um post da Sú Gutierrez, questionando o uso real que fazemos dos nossos blogs, o quanto eles agregam algo do ponto de vista de quem está escrevendo, o quanto eles promovem diálogo e interação. Outro post da Miriam Salles dá sequência à conversa.
Concordo com a crítica da Sú, e o fato da discussão permanecer mais forte na lista do que nos blogs demonstra que realmente estamos ainda muito mais aferrado aos espaços circunscritos de debate do que os abertos.
De minha parte, não estou certa se o Discurso Citado é um EduBlog. Circulo aqui coisas que leio, sobre educação, sobre história, sobre tecnologia e sociedade. Falo pouco sobre iniciativas educacionais, e não tenho, nesse blog, nenhum espaço voltado à interação com alunos - a não ser eventualmente os de algum curso de extensão que eu ministre.
Esse é o Discurso Citado - e não tenho dilemas quanto a ele.
Acho sim que ele pode promover mais interação, a partir de questões teóricas que eu coloco a mim mesma, e posso passar a colocar no blog, para ouvir outras vozes que não a minha.
Quanto ao EduBlog, com participação intensa de alunos, com assuntos específicos da minha área de ensino, é uma experiência na qual preciso me aventurar...

5 Comments:

Blogger Fátima said...

Oi, Lilian:
vim agradecer a dica do livros do Rui Castro. Vou citar e te linkar no próximo post, ok?
Obrigadão.
Abs

1:17 da tarde  
Blogger Suzana Gutierrez said...

Oi Lilian

Na realidade a crítica nem é pela discussão ser mais provada (lista) do que pública (blogs). O principal ponto é a precariedade das postagens mesmo. Nada de reflexão pessoal.

Não que a gente tenha de refletir por escrito sobre tudo, mas a balança de um blog não pode ender mais para o lado do puramente descritivo e, pior, clone de notícia.

Vou colar agora aqui o que comentei lá no meu blog, naquele teu comentário

Opa!

Realmente a gente deveria trabalhar menos, até para poder melhorar o próprio trabalho.

No meu dia a dia normal, possivelmente eu faria as reflexões que fiz na postagem que tu comentaste, mas dificilmete teria tempo para escrever...

Espero realmente que estas discussões ( e algumas provocações:)) possam ajudar no sentido da formação da rede.

Sobre estes mecanismos de divulgação de blog e, questionável , formação de rede:

O difícil é lidar com tantos cadastros. Uma ID geral que fosse usada para TUDO, mostraria direto onde eu entrasse o meu perfil (claro que se eu autorizasse isso).

Aí um codigozinho padrão em blogs e sites já iria mostrando as redes, sem necessidade de cadastrar em lugar nenhum. Uma idéia seria a de registrar somente quem permanecesse no site/blog mais que 5 min.

abraços!

10:33 da manhã  
Blogger Marli said...

Lilian!

Estamos amadurecendo e aperfeiçoando a rede e a qualidade da nossa interação. Quanto ao ser edublog ou não, isso é detalhe. Tudo o que discutimos e partilhamos nos faz crescer. Isso que importa.

11:13 da manhã  
Anonymous Sérgio Lima said...

Opa Lilian!

Sobre uma classificação se é ou não edublogue acho uma questão menor afinal toda classificação é sempre subjetiva...

Mas sobre a questão da interação nos blogues educativos ou de pessoas ligadas a educação a crítica é válida...

Rola um pouco um lance dos blogues (de um modo geral) quererem se tornar grande mídia e negligenciando as conversações, que me parece ser o grande lance dos blogues...

Em termos pargamáticos penso que o blogue reflexivo deve ser separado do blogue como ferramenta de interação/rede de aprendizagem dos alunos... por questões metodológicas, práticas e até pedagógicas...

O que você reflete com seus pares pode se tornar enfadonho para seus alunos e vice-versa...

O bom de tudo é que houve um incremento nas conversações nos edublogues :-)

[]'s

7:59 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

8:54 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Get Free Shots from Snap.com/html>