quinta-feira, junho 19, 2008

Cobrindo o Roda Viva com o Twitter

Leio post do Tiágo Dória sobre su experiência em usar o twitter, junto com mais dois outros convidados, para cobrir o programa Roda-Viva da TV Cultura da última segunda-feira. Interessante essa busca da Cultura de dar espaço a essas novas plataformas, e ajudar a encontrar o que elas podem agregar em termos de enriquecimento de um evento cultural. Segundo o Tiago, aos poucos foi ficando claro que o que devia para o Twitter eram os comentários sobre os bastidores da entrevista, enfim, coisas que a audiência não teria acesso pela cobertura de TV.
É interessante, pois se houver diálogo entre esses comentaristas e "twitteiros" de casa, pode agregar coisas interessantes sobre a recepção às idéias do entrevistado.
Por outro lado, o fortalecimento dessa conversa paralela, desses difusores de atenção, anda me afligindo um bocado. Mas isso é tema para outro momento.

3 Comments:

Anonymous Miriam Salles said...

Oi Lilian,
A Lucia Malla e o Carlos Hotta foram os "twitteiros" na entrevista do Carlos Minc no Roda Viva. Tentei acompanhar o que eles escreviam enqto assisitia a entrevista, mas não consegui. Talvez porque eu estivesse me sentindo mto irritada com os entrevistadores e morrendo de vontade que a Lucia e o Carlos trocassem de lugar com alguns dos jornalistas convidados... mas acho mesmo que a minha cabeça já não consiga processar tantas informações ao mesmo tempo!
De qquer forma, foi legal ler depois as impressões e comentários que eles escreveram durante a entrevista.
bjo

4:36 da tarde  
Blogger Lilian said...

Miriam,
tinha algum jeito de estabelecer diálogo com eles, talvez via twitter? interessante saber se muda algo eles saberem da irritação da audiência com o entrevistado. Na verdade, há tempos é possível enviar comentários ou questões por e mail, mas isso não significa que o recado chegue ao convidado da noite.

4:41 da tarde  
Anonymous Miriam Salles said...

Oi Lilian,
Poderia sim acontecer esse diálogo com eles... mas na hora pensei que o melhor era prestar atenção no que rolava na entrevista do que tentar conversar com a Lucia e/ou Carlos.
De qquer forma, acho que o Roda Viva estaria usando com mais propriedade o twitter se desse "voz" para os twitteiros... desde é claro que esses twitteiros entendessem da área do entrevistado!
Me parece que usar o recurso só dá um ar de modernidade, de inovação... mas que não muda a essência. Me lembra aquele vídeo da escola usando as NTICs e os alunos "rezando" a tabuada!

12:55 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

Get Free Shots from Snap.com/html>