quarta-feira, outubro 15, 2008

Tecnologia na educação em São Paulo: agora vai?

Está difícil não citar aqui as frequentes novidades que envolve tecnologia e educação no Estado de São Paulo, já que a cada dia há uma nova grande notícia.
Então, pra não deixar de registrar, vou citar algumas das últimas medidas da SEE, anunciadas pelo governador José Serra e a secretária Maria Helena Guimarães de Castro:
- 01/10 - Alunos estaduais terão aula sobre pirataria - projeto-piloto, em parceria com a Câmara Americana do Comércio (Amcham)
- 07/10 - Secretaria lança programa de pós-graduação na USP, Unesp e Unicamp para professores estaduais. Serão 16 cursos a distância, via internet; expectativa é atender 110 mil professores da rede já em 2009, em parceria com a USP, Unesp e Unicamp.
- 08/10 - Programa de Formação em Tecnologia para Professores - Secretaria de Estado da Educação e a Intel lançaram nesta quinta-feira, 9, parceria para oferecer a pelo menos cerca de 70 mil professores estaduais cursos de informática.
- 14/10 - E mail grátis para os alunos da Rede Pública. Serviço (5,5 milhões de conta) será oferecido pela Microsoft e faz parte de um programa de tecnologia na educação assinado nesta terça-feira entre a produtora de software e o governador José Serra.
- 15/10 - Secretaria financia com juro zero laptops para professores ( para cerca de 130 mil professores efetivos da rede e professores do Centro Paula Souza).A participação será por adesão.
Gente, tecnologia na educação virou prioridade...

Etiquetas: , , ,

2 Comments:

OpenID gladislsantosbr said...

Oi Lilian

Parece que não faltam boa iniciativas para a inserção das TICs na Educação, pelo menos é o que o estado de São Paulo tem feito. O estranho é constatar que onde se espera que isso já ocorra com muita eficácia, as coisas são bem diferente do que se apregoa. No DF, as escola públicas estão em situação precária, laboratórios fechados e ausência de um professor responsável pelas sala informatizadas, máquinas sucateadas... este foi o quadro pintado pelos professores com quem conversei lá no congresso.
Uma grande distância entre o que se fala e o que se faz na prática!

Gládis

12:23 da tarde  
Blogger Lilian said...

Pois é, o problema é que está difícil a gente ter na ponta da língua essas boas iniciativas em SP (sem contar, claro, com essas boas intenções que estão sendo anunciadas nos últimos tempos). Assim como Brasília, houve-se aqui mais sobre laboratório fechado ou precário do que sobre os resultados interessantes com os alunos.
Será que é muita distração da nossa parte? Acho que vou começar a listar...
bjs

5:52 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Get Free Shots from Snap.com/html>